Equipes virtuais: desafios e oportunidades de colaboração ilimitada

Equipes virtuais: desafios e oportunidades de colaboração ilimitada

O mundo moderno do trabalho é altamente digitalizado e mudou fundamentalmente a forma como trabalhamos. Dificilmente há um trabalho que pode ser feito sem ajudas digitais. No futuro, cada vez mais processos serão feitos online, terceirizados ou alimentados por dados da nuvem. Portanto, é lógico que os funcionários estejam cada vez mais móveis e flexíveis e, acima de tudo, operem de forma descentralizada. Em última análise, isso leva às chamadas equipes virtuais . São colegas que, em casos extremos, vivem em outros continentes e em outros fusos horários, nunca se encontram pessoalmente e, no entanto, formam uma equipe de projeto juntos.

O essencial em resumo:

  • As equipes virtuais são extremamente flexíveis e versáteis. Portanto, independentemente do local e da hora, eles trazem seus conhecimentos para um projeto conjunto.
  • A diversidade cultural e muitas vezes linguística pode ser enormemente benéfica para o objetivo comum, mas também traz consigo certos desafios. Problemas de comunicação e compreensão e, por último, mas não menos importante, a diferença de horário podem ser fatores de obstáculo.
  • Com a tecnologia certa e os funcionários certos, as equipes virtuais podem alcançar o desempenho máximo se forem lideradas de acordo. A liderança digital moderna baseada nos princípios da liderança digital é um requisito básico para o sucesso de equipes virtuais.

O que torna as equipes virtuais tão especiais?

Em comparação com as equipes convencionais, que em sua maioria trabalham no mesmo local da empresa, se veem e interagem pessoalmente, as equipes virtuais têm um status especial. Muitas vezes, eles não se conhecem pessoalmente, apenas interagem por meio de canais de comunicação digital e, muitas vezes, trabalham nas tarefas em momentos diferentes. Isso é possível graças aos aplicativos digitais extremamente poderosos, como Google Hangouts, Slack, Skype ou Microsoft Teams. Esses aplicativos permitem o trabalho em equipe virtual , bem como reuniões conjuntas com as equipes de projeto. Em muitos projetos, graças a essas ferramentas, simplesmente não é mais necessário que todos os membros da equipe estejam fisicamente presentes na mesma sala.

A organização descentralizada e independente da localização de equipes virtuais permite a combinação ideal dos funcionários mais adequados para um projeto. Isso geralmente resulta em equipes que nunca teriam existido dessa forma em um só lugar. Isso é particularmente útil para empresas iniciantes que não encontram certas habilidades na cidade onde foram fundadas. Mas também é adequado para empresas que desejam preencher um projeto importante com os melhores funcionários de todas as localidades, sem reuni-los localmente.

Colaboração virtual: requisitos e problemas

Para que as equipes virtuais funcionem de maneira ideal, dois fatores em particular devem estar certos: tecnologia e pessoal. As equipes virtuais dependem de uma tecnologia que funcione corretamente, caso contrário, o progresso é impossível. Ao mesmo tempo, os membros da equipe também devem dominar essa técnica. Pessoal especializado sem afinidade digital ou disposição para lidar com ferramentas digitais não é adequado para colaboração virtual.

Um grande erro que as empresas ainda cometem é a falta de suporte para equipes virtuais. Isso pode afetar o equipamento técnico, mas também a falta de tempo de treinamento. As equipes virtuais não são uma opção para redução de custos, mas sim um investimento estrutural. Leva tempo e orçamento suficientes para construir novas equipes virtuais de forma eficiente e sustentável.

Dica de especialista

Frustração em vez de produtividade: a falta de suporte da gerência ou de colegas hostis no escritório regular leva à frustração nas equipes virtuais. Para que uma equipe descentralizada funcione, é necessário apoio de cem por cento de toda a empresa.

Como você lidera equipes virtuais?

Obviamente, as equipes virtuais também precisam de um gerente que defina a direção. Em grupos descentralizados, entretanto, o estilo de gerenciamento convencional “de cima” não é mais apropriado. É aqui que a liderança digital moderna entra em jogo. Neste novo tipo de liderança, as tecnologias digitais e uma relação de confiança e cooperação assumem o papel principal.

Muitos executivos em equipes virtuais afirmam que confiança, integridade e suporte mútuo são os principais requisitos para líderes digitais. Do lado da equipe, isso geralmente significa que os gerentes não são mais vistos como tal. Isso pode ter efeitos negativos, mas também promove a colaboração e incentiva o pensamento e a ação proativos.

A liderança na era digital é baseada muito menos no poder por meio de posição ou experiência do que em dados e participação. Na melhor das hipóteses, um gerente digital pode medir e analisar objetivamente todos os serviços, fazendo uso de grandes quantidades de dados. O objetivo do projeto em si é claramente definido, cronometrado com precisão e tornado atraente por meio de incentivos positivos.

Seu conselheiro pessoal

Há uma tendência notável para métodos de trabalho flexíveis. Enquanto algumas pessoas trabalham em casa, outras escolhem uma praia em sua casa adotiva. Mas quais são as vantagens? Mostramos os efeitos dos métodos de trabalho flexíveis e por que o trabalho remoto está se tornando cada vez mais interessante para muitos funcionários, mas também para os empregadores.

Como posso me preparar para trabalhar em equipes virtuais?

Se você estiver especificamente interessado em trabalhar em equipes virtuais ou até mesmo quiser se preparar explicitamente para um projeto virtual, as qualificações apropriadas são recomendadas. Conosco, por exemplo, você pode escolher entre um grande número de cursos de formação e seminários sobre o tema ” Digitalização e Trabalho 4.0 “.

Além disso, naturalmente faz sentido lidar extensivamente com mídias e formas de comunicação digitais. Existem muitas ferramentas de cooperação e aplicativos de cooperação baseados em nuvem – em um seminário, você aprenderá como usá-los corretamente.

Resumindo: equipes virtuais

Para que as equipes virtuais funcionem, é necessária uma gestão moderna, tecnologia funcional, funcionários adequados e, por último, mas não menos importante, o respaldo da empresa. Essa é a única maneira para essas equipes trabalharem em um projeto conjunto, independentemente da hora e do lugar, e trazerem seus pontos fortes individuais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *