Trabalho móvel: de quais medidas você se beneficia – e em que você deve prestar atenção

Trabalho móvel: de quais medidas você se beneficia – e em que você deve prestar atenção

Laptops, tablets e smartphones potentes: a Internet rápida e o software inteligente criaram a base para muito trabalho a ser feito em trânsito hoje. Trabalho móvel é a palavra da hora e significa trabalho eficiente e ágil em qualquer local – desde que haja uma Internet estável. Depois de trabalhar em casa, este é o próximo nível de trabalho digital. Mas nem todo mundo está convencido do funcionamento móvel. Para outros, entretanto, esse tipo de flexibilidade é uma vantagem.

O essencial em resumo:

  • Trabalho móvel significa a conclusão independente da localização de tarefas profissionais com a ajuda de ferramentas de telecomunicações. Portanto, ele difere novamente dos locais de trabalho de escritório doméstico fixo .
  • Esse tipo de trabalho é especialmente possível em profissões com alto conteúdo digital, como programador, designer, autor ou gerente de mídia social. Mas muitas profissões tradicionais também podem ser exercidas em trânsito, pelo menos em parte.
  • O trabalho móvel é ideal para pessoas com responsabilidades familiares. Uma vez que não existem viagens e podem ser utilizados períodos de trabalho mais curtos, é adequado tanto para pais como para familiares com tarefas de cuidados especiais.
  • No entanto, o trabalho móvel também envolve alguns perigos. A proteção de dados, em particular, pode ser prejudicada ao trabalhar em locais públicos e usar redes não seguras.

Trabalho móvel – ideal (não apenas) para pessoas com família

Os freelancers já sabem disso há muito tempo, mas o trabalho móvel agora também está alcançando os funcionários. Independentemente de um local de trabalho fixo, as tarefas para o empregador também podem ser realizadas em trânsito usando um laptop, tablet ou smartphone. Os principais objetivos são aumentar a eficiência e alcançar um equilíbrio mais saudável entre a vida pessoal e profissional.

Se correr conforme o planejado, um trabalho móvel e flexível é lucrativo para ambas as partes. Longos deslocamentos não são mais necessários para os funcionários e eles podem escolher onde querem trabalhar, dependendo das circunstâncias. Agradável frescor no parque, em vez do ar abafado do escritório, e comida recém-preparada em seu próprio fogão, em vez de comida de cantina sem graça, são fatores que podem aumentar a eficiência do trabalho.

O empregador se beneficia principalmente dos melhores resultados de trabalho e também pode economizar muito na oferta de empregos permanentes. Além disso, os funcionários que trabalham de forma autônoma e independente – por exemplo, por meio de equipes virtuais – geralmente se mostram mais satisfeitos e leais.

Trabalho móvel para a família: vários estudos e pesquisas mostraram que funcionários com filhos menores de 14 anos, em particular, desejam opções de trabalho mais flexíveis. Também possibilita mais férias, como ao viajar para a Praia de Ipanema.

Problemas legais com trabalho móvel e home office

Apesar da base legal que foi criada para, pelo menos, regulamentar o trabalho em casa, ainda não existe o direito legal de trabalhar em casa. O pré-requisito para o trabalho móvel é ainda mais difícil: nenhum empregador pode projetar o local de trabalho de seu funcionário se ele estiver em constante mudança. Como resultado, ambas as soluções atualmente permanecem uma questão de voluntariado.

Em toda a Europa, apenas uma fração dos funcionários trabalha regularmente em casa ou em trânsito. Existem, no entanto, diferenças dignas de nota: na Dinamarca, Suécia e Holanda, a taxa para ambas as formas modernas de trabalho é muito mais elevada do que, por exemplo, na Roménia, Portugal, Itália ou Alemanha.

A principal razão para a baixa utilização desta forma de trabalho realmente progressiva não reside necessariamente na falta de condições de enquadramento legal. Em vez disso, as empresas com pensamento mais conservador estão contrariando a tendência. Eles acreditam que a eficiência e a inovação só podem ser alcançadas com uma equipe no local. Aparentemente, as ferramentas modernas de co-trabalho ainda não são aceitas o suficiente para substituir a boa e velha reunião na mesa de carvalho.

Trabalho móvel: vantagens em vez de preconceitos

Ao contrário das suposições e preconceitos populares, o trabalho móvel pode promover produtividade e comunicação, bem como lealdade e eficiência. Assumindo a maneira correta de trabalhar, os argumentos da diretoria podem ser refutados da seguinte forma:

  • As ferramentas modernas de co-working têm o potencial de levar a comunicação a um novo nível, mesmo sem presença física. Além disso, uma chamada via Skype ou acesso a um GoogleDoc compartilhado é ainda mais rápido e imediato do que uma visita ao escritório vizinho.
  • O trabalho móvel é muito mais eficiente e produtivo, pois muitas das lutas de poder interpessoal e a representação da própria posição são eliminadas na área digital. Os resultados são compreensíveis e justificáveis ​​- ou mesmo atacáveis.
  • Em muitos setores, a promoção do equilíbrio entre vida pessoal e profissional já conta mais do que o salário. Especialistas bem treinados, em particular, sabem da importância da família e da saúde e são leais aos empregadores que promovem esses valores.
  • O trabalho móvel economiza recursos. Isso não significa apenas os nervos dos funcionários nos engarrafamentos ou os custos dos empregadores com reuniões e salas.
  • O tempo é um bem precioso. Os funcionários que trabalham em trânsito economizam muito tempo simplesmente por não terem que se deslocar para o trabalho. Outro ponto positivo: Por não dirigir para o trabalho, uma contribuição positiva adicional é feita para o meio ambiente.

Trabalho móvel: observe a proteção de dados

Com todas as suas vantagens, no entanto, o trabalho móvel também apresenta algumas armadilhas. Além das incertezas jurídicas que um local de trabalho que não pode ser precisamente localizado traz consigo – por exemplo, no caso de um acidente de trabalho – existem preocupações legítimas quanto à proteção do trabalhador. Um local de trabalho móvel não deve ser configurado para ergonomia ou segurança. O controle dos tempos de pausa e descanso legais também dificilmente pode ser monitorado.

A documentação do horário de trabalho, a disponibilidade permanente e, por último mas não menos importante, a co-determinação do conselho de empresa são outros pontos que dificultam a implementação do princípio da mobilidade dos colaboradores.

Para o funcionário, entretanto, surgem questões completamente diferentes: ele é realmente capaz de trabalhar de forma independente ou se distrai facilmente com assuntos particulares? Ele trabalha muito pouco e não faz mais o suficiente ou talvez até trabalhe muito porque sempre se esquece de registrar o tempo? Por último, mas não menos importante, os dados confidenciais da empresa devem ser tratados de forma profissional e segura – protegidos de olhares indiscretos e do acesso digital de terceiros.

Trabalhar em movimento graças ao avanço da digitalização

O trabalho móvel basicamente só se tornou possível porque as inovações tecnológicas estão avançando muito rapidamente. Graças à Internet de banda larga, pontos de acesso WLAN, LTE e o hardware e software correspondentes, a sala de escritório originalmente usada não é mais necessária para muitos trabalhos. Em contraste com um laboratório ou bancada de trabalho, um “trabalhador digital” não precisa mais se sentar em um computador desktop.

Para acompanhar o ritmo da digitalização e poder trabalhar com mobilidade, os funcionários também devem vivenciar e ajudar a moldar conscientemente esta nova era. Portanto, o treinamento adicional adequado nesta área é muitas vezes um passo importante para sensibilizar os funcionários para os ambientes de trabalho digitais.

Resumindo: Funcionamento móvel

O trabalho móvel leva a ideia do escritório em casa a um novo nível. O trabalho agora é totalmente independente do local e flexível com dispositivos móveis e software cooperativo. Isso tem um efeito positivo na eficiência e no equilíbrio entre vida profissional e familiar, mas também resulta em incertezas jurídicas e problemas potenciais com a proteção de dados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.